Ora viva caros amigos!

Hoje trago uma receita de bacalhau com broa. É a receita ideal para quando marcam um jantar para quatro pessoas em vossa casa, mas só têm três postas de bacalhau. É claro que se vos perguntarem quantas postas vocês usaram na receita, digam que foi quatro, porque ostentação. Tenham é cuidado com a broa, porque reza a lenda que se apanharem uma broa antes de começar a cozinhar, nunca vão fazer a receita porque se vão esquecer do que iam fazer. E depois como não há bacalhau para comer, os convidados vão ter de partilhar a broa e vocês vão-se começar a rir sozinhos porque se aperceberam que estão a comer broa com a broa.

Aquele abraço!

INGREDIENTES

MÉTODO

  1. Coloquem as batatas numa travessa e adicionem um pouco de azeite e temperem com sal. Mexam tudo com as mãos para que o tempero fique bem distribuído e levem ao forno a 180º durante cerca de 40 a 45 minutos. De vez em quando mexam as batatas com uma colher de pau (ou com as mãos, se se chamarem Clark Kent), para que ganhem cor uniformemente. Para testar se as batatas estão prontas, piquem a batata maior com um palito. Se espetar sem resistência, as outras também já estão.
  2. Para a cebolada, comecem por cortar as cebolas em meia lua. De seguida aqueçam uma dose semi generosa de azeite numa panela larga e adicionem as cebolas, juntamente com um pouco de sal. O sal vai ajudar a libertar a água das cebolas e as cebolas vão acabar por cozer nessa água. Deixem a cozinhar em lume médio alto e mexam ocasionalmente para que as cebolas não agarrem ao fundo da panela. Assim que a água tiver evaporado e as cebolas estiverem moles (provem para testar), juntem cerca de 4 colheres de sopa de vinagre balsâmico e temperem com sal e pimenta.
  3. Coloquem as postas de bacalhau numa panela juntamente com o alho, as folhas de louro, uns quantos grãos de pimenta preta e um bocadinho de sal e depois juntem água suficiente até cobrir o bacalhau. Levem a panela ao fogão e assim que a água começar a ferver, desliguem imediatamente o lume e tapem a panela. Deixem o bacalhau cozinhar cerca de 15 a 20 minutos e passado esse tempo, escorram a água da panela e deixem o bacalhau arrefecer ligeiramente. Depois é só lascar o bacalhau que é a parte mais fácil, visto que ele praticamente se lasca sozinho por estar todo húmido, que é como as vossas senhoras vão estar depois de provarem esta receita.
  4. Para os espinafres, comecem por descongelar cerca de 500g de espinafres no microondas na potência máxima. Depois de espremerem a água toda dos espinafres com as mãos, juntem um fio de azeite e temperem com sal, pimenta preta e um dente de alho ralado. Mexam tudo e reservem.
  5. O último componente desta receita é a broa. Eu usei broa de milho do ****. Alto, que é que se está a passar? Não estou a conseguir escrever ****. Deixem-me testar novamente: ****. Parece que não está a dar. Pode ser que se eles me mandarem qualquer coisa, os asteriscos desapareçam. De qualquer maneira, depois de esfarelar o miolo da broa, temperem com azeite, sal, pimenta preta e um dente de alho ralado e mexam tudo.
  6. Agora é só montar a travessa. Comecem com uma base de batata a murro, seguido da cebolada, o bacalhau lascado, os espinafres e finalmente cubram tudo com a broa. E pronto, está feito! Podem levar a travessa ao forno imediatamente ou então guardar no frigorífico e levar quando vos apetecer. Vocês é que sabem da vossa vidinha. Aquele abraço!

Like: facebook.com/chefejamon
Follow: instagram.com/chefejamon
Subscribe: youtube.com/chefejamon

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 × two =