Crumble de framboesa

Ora viva caros amigos! Hoje trago uma sobremesa tão gostosa, mas tão gostosa, que se por acaso tiveres baixa auto estima em relação às tuas capacidades sexuais, esta sobremesa é capaz de não ajudar, pois quando elas começarem a comer isto, vão gemer mais do que se estivessem a ser comidas.

Comecem por colocar algumas framboesas no fundo de ramequins. Sim, é o nome daquelas taças.

Misturem uma maça cortada em pedaços com um pouco de mel e canela e coloquem por cima das framboesas. Podem usar maças reineta, pink lady, ou granny smith, caso gostem de maças mais velhas.

Para fazer o crumble misturem 25 g de manteiga fria sem sal, 25 g de açúcar e 50 g de farinha até obterem uma cena parecida com a da foto. Se a mistura ficar muito mole, levem ao congelador e depois desfaçam em pedaços com tamanho irregular.

Se quiserem podem fazer em maior quantidade e guardar no congelador durante vários meses. Perfeito para aqueles dias em que te apetece ser gordo sem ter muito trabalho.

Levem ao forno a 180ºC. Está pronto quando o streusel estiver dourado e o molho de framboesa à volta do ramequim estiver a borbulhar com mais força que as hormonas do Pinto da Costa quando vê picanha nova no clube de strip.

Acham que ia faltar geladinho? Esse aí é um sorvete de maracujá.
Reza a lenda que o nome maracujá foi ouvido pela primeira vez no Brasil, quando este fruto caiu em cima da cabeça de um senhor que exigia comer o cu de uma senhora chamada Mara. #MARA #CU #JA

Meus amigos, confiem em mim e façam esta sobremesa. Elas podem gemer primeiro, mas depois gemem vocês!

Aquele abraço!

Like: facebook.com/chefejamon
Follow: instagram.com/chefejamon

Gatinhos a curtir a vida em sítios altos.

Leave a Comment

6 + nine =