Rabanada com Nutella

Ora viva caros amigos! Hoje sonhei que tinha comido uma rabanada com nutella. Sim, eu sei que ainda faltam alguns meses para o natal, mas sinceramente acho que qualquer altura é boa para comer uma rabanada. Não tem necessariamente de ser comida em alturas festivas, como o natal ou o vosso aniversário. Pessoalmente até acho que sabem melhor fora de época. O que eu quero dizer com isto é que se têm um sonho, lutem por ele. Seja um carro novo, uma promoção no emprego ou a rabanada da vossa namorada. Mantenham-se focados e insistam até conseguirem! Mas tudo dentro da legalidade, como é óbvio! A menos que queiram aparecer na CMTV ou na crónica do Hernâni Carvalho.

Posto isto, comecem por congelar umas fatias de pão de forma. Estando congelado é mais fácil de espalhar a nutella sem que o pão se desfaça. Eu usei brioche, porque quem é que não gosta de um bom brioche?

Espalhem uma camada fina de nutella numa das fatias, como se tivessem descendência judaica.

Pressionem as duas fatias até que fiquem bem coladas. Se quiserem uma rabanada mais bonita, podem usar um cortador para aparar as bordas. Para outro tipo de bordas, usem uma gillette.

Misturem leite com um pouco de açúcar e extrato de baunilha (opcional) e ensopem o pão, para que fique bem húmido. Se a rabanada estiver muito seca, elas vão-se queixar.

De seguida passem por ovo e fritem em óleo quente até ficar dourada.

Sirvam com uma bola de gelado de baunilha e um pouco de cacau em pó.

Assim que a bola de gelado entrar em contacto com a rabanada quente, é uma questão de segundos até começar a derreter e fazer molho branco. #AconteceAosMelhores

Nem todas as rabanadas com molho branco e castanho são más.

Aquele abraço!

Like: facebook.com/chefejamon
Follow: instagram.com/chefejamon

Gatinhos a pensar na vida.

Leave a Comment

3 × 2 =