Ora viva caros amigos! Noutro dia comprei uma lata de leite condensado de chocolate no supermercado com o intuito de inventar uma sobremesa qualquer. Andei uns dias a pensar no que haveria de fazer e depois lembrei-me: “Porque não uma tarte?”. Mas só leite condensado de chocolate não era suficiente. Precisava de algo para dar textura. Lembrei-me de frutos secos. Porque se há coisa que as gajas adoram mais do que chocolate, é frutos secos. As gajas adoram frutos secos! Mas adoram ainda mais comer os dois ao mesmo tempo. Tipo aqueles chocolates com avelãs inteiras do Lidl. Ou os magnuns de amêndoa do Lidl. Fds, tão bons. De que é que eu estava a falar mesmo? Ah, a tarte. Vamos lá fazer a massa!

Numa batedeira misturem 250g de farinha, 125g de manteiga e um ovo inteiro.

Amassem tudo até obter uma massa bem ligada e não muito dura. Se for necessário juntem uma colher de água fria para a massa ficar mais mole. Reza a lenda que a água fria do bidé também ajuda a amolecer coisas duras.

Achatem a massa e guardem-na com película aderente no frigorífico durante cerca de meia hora. É tempo mais que suficiente para a massa relaxar o glúten, se ela sabe o que é bom para a saúde.

Estiquem a massa com o rolo numa superfície plana, ou então comprem um pacote de massa quebrada no Lidl, se forem coninhas. #FreePub #GimmeMoney

Com a ajuda de um garfo, deem umas picadelas na base da tarte para evitar que a massa inche por baixo. Se não a picarem e ela depois inchar, vão ter que pagar pensão de alimentos à tarte até ela ganhar bolor.

Em relação aos frutos secos, eu usei um saco com mistura de vários tipos, tipo a baixa de Lisboa.

Piquem as nozes em pedaços não muito grandes nem muito pequenos. Com o tamanho certo para a boca de uma lady.

Coloquem os frutos secos no fundo da tarte. Eu tomei a liberdade de colocar também umas amêndoas laminadas, para tentar manter um rácio de diversidade que agrade a toda a gente.

Agora vem a parte difícil da receita. Estão prontos? Misturem uma lata de leite condensado de chocolate com dois ovos e já está! Afinal nem é assim tão difícil, pois não? Dar sangue custa mais.

Se este creme castanho a cobrir aquelas branquelas te deu tesão, então talvez andes a ver muitos vídeos do Blacked.com.

Cozam a 180 graus durante 30 a 40 minutos. É provável que durante a cozedura o recheio inche um pouco. Mas assim que a retirarem do forno, ela volta rapidamente ao normal, tal como a Carolina Patrocínio após uma gravidez.

Massa de tarte, recheio de chocolate e frutos secos. Uma pequena ménage à trois na boca.

Aquele abraço!

Like: facebook.com/chefejamon
Follow: instagram.com/chefejamon

Gatinhos Mullet: “Relaxados na frente e prontos para o ataque atrás”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

twelve − 7 =